14 de maio de 2011

Opinião - "A Estrela de Narien - O Coração do Mundo"



Volume final da trilogia da Estrela de Narien

Com a Estrela de Nariën na posse de uma guardiã sem rosto e aqueles que persegue em parte incerta, Étaín regressa à capital, onde é confrontada com notícias que podem arruinar os seus planos. A única forma de assegurar a permanência daquele que ela colocou no trono é apoderar-se da Estrela de Nariën. Étaín terá que recorrer à única pessoa capaz de identificar a guardiã. Ignorando as intenções de Étaín, Aheik viaja para Elfaryen, mantendo-se afastado do Império por sete longos meses. No seu regresso, vê-se confrontado com alguém que vai pôr à prova tudo aquilo em que sempre acreditou. Étaín consegue finalmente apoderar-se da Estrela de Nariën. Mas quando tudo parece inevitavelmente perdido, eis que o inesperado acontece e o maior de todos os segredos é revelado pela última pessoa que seria de esperar...

Opinião:

Este é o ultimo livro da trilogia "A Estrela de Narien"  da autoria, da simpática e muito talentosa, escritora Susana Almeida.

Neste volume continua a haver muitas batalhas entre o Shatrus (agora sobre o comando da Étain) e os homens que tentam a todo o custo libertar o Império do domínio da Etáin e do seu rei fantoche Zaphyr. Outra vertente muito explorada nesta trilogia é o amor e a sua capacidade de unir as pessoas. 

Uma das minhas partes favoritas do livro foi a breve visita a ilha dos elfos , Elfaryen, e a sua descrição. Mas acho que podia ter sido mais explorada. Gostei em particular dos treinos do Aheik e do Lochan com o elfo mestre-de-armas Erskine e da descrição da cidade dos elfos e do seu magnifico palácio real. 

O Lochan que tem sido a minha personagem preferida durante a trilogia continua em alta neste livro e a sua relação conturbada com a Zahara e um dos pontos fortes do livro. 
O amor entre a Lakshmi e o Aheik é fortemente testado com vários factores a tentar afasta-lhos. 
A Étain continua como sempre implacável a não olhar aos meios que utiliza para conseguir obter aquilo que deseja. 
O Kyran é uma das personagens que mais sofre neste livro por causa da Étain e dos seus remorsos em relação aos seus actos anteriores. 
Neste livro há uma excelente personagem nova a sagin Athina, uma jovem que foi criada pela Treasa e que me surpreendeu muito pela sua inteligência e capacidade de manipulação. 

O livro para mim foi a prova da excelente capacidade da Susana de inventar uma história coerente, um ritmo de história muito bom e um mundo novo muito bem descrito, com um enredo bem conseguido, com muita acção, muitas revelações surpreendentes e um final do qual não estava mesmo a espera. É definitivamente uma óptima rampa de lançamento a uma jovem escritora portuguesa. É sem qualquer dúvida que recomendo esta trilogia a todos os amantes de livros. 

Nota: 8,5-10

Enviar um comentário