22 de setembro de 2010

Opinião - "Os Leões de Al-Rassan"




Os Leões de Al-Rassan de Guy Gavriel Kay

Imagine uma Península Ibérica de fantasia, durante o período sangrento e apaixonante da Reconquista, onde realidade e fantasia se entrelaçam numa história poderosa e comovente

Inspirado na História da Península Ibérica, Os Leões de Al-Rassan é uma épica e comovente história sobre amor, lealdades divididas e aquilo que acontece aos homens e mulheres quando crenças apaixonadas conspiram para refazer – ou destruir – o mundo. Lar de três culturas muito diferentes, Al-Rassan é uma terra de beleza sedutora e história violenta. A paz entre Jaddites, Asharites e Kindath é precária e frágil, mas é precisamente a sombra que separa os povos que acaba por unir três personagens extraordinárias: o orgulhoso Ammar ibn Khairan – poeta, diplomata e soldado, o corajoso Rodrigo Belmonte – famoso líder militar, e a bela e sensual Jehane bet Ishak – física brilhante. Três figuras cuja vida se irá cruzar devido a uma série de eventos marcantes que levam Al-Rassan ao limiar da guerra.

Opinião:

Este livro fui um dos livros, que mais pessoas me sugiram e só posso dizer que é uma óptima leitura. E é o melhor livro que já li do género (Romance Histórico).

Este livro é baseado na história da Península Ibérica, durante o período do domínio Muçulmano antes do início da reconquista.

Este livro explora três religiões a Jadita (Cristã), a Asharita (Islâmica) e a Kindate (Judaica). As três brilhantes personagens principais são cada um de uma religião: a Jehane bet Ishak é uma física (médica) kindate, o Ammar ibn Khairan é um brilhante poeta e reconhecido assassino asharita e o Rodrigo Belmonte um famoso lider militar jadita.



Este livro junta numa estranha amizade as três personagens principais. Cada um com as suas virtudes e a os seus defeitos fazem desta amizade numa relação extremamente interessante de se seguir.

Outra personagem que também gostei muito fui o Alvar de Pellino, um jovem soldado ao serviço do Rodrigo Belmonte, que além de ser um soldado excepcional demonstra também ser um homem que além de ser muito inteligente não gosta de guerra.

Este livro é um dos melhores livros que já li. E que brevemente irá ser reeditado pela Saída de Emergência, numa nova edição a qual já ira ter um mapa.

Recomendo este livro a qualquer amante de um bom livro!!

Avaliação: 10-10
Enviar um comentário