22 de setembro de 2010

Opinião - "Duna"




Duna de Frank Herbert

Considerado o melhor livro de ficção científica de sempre.
Tem nas suas mãos aquele que é considerado o melhor romance de ficção científica de sempre. Uma obra que arrebatou a crítica com o estilo poderoso de Frank Herbert e conquistou milhões de leitores com a sua imaginação prodigiosa. Prepare-se para uma viagem que nunca irá esquecer, até um longínquo planeta chamado Arrakis...
O Duque Atreides é enviado para governar o planeta Arrakis, mais conhecido como Duna. Coberto por areia e montanhas, parece o local mais miserável do Império. Mas as aparências enganam: apenas em Arrakis se encontra a especiaria, uma droga imensamente valiosa e sem a qual o Império se desmoronará. O Duque sabe que a sua posição em Duna é invejada pelos seus inimigos, mas nem a cautela o salvará. E quando o pior acontece caberá ao seu filho, Paul Atreides, vingar-se da conspiração contra a sua família e refugiar-se no deserto para se tornar no misterioso homem de nome Muad'Dib. Mas Paul é muito mais do que o herdeiro da Casa Atreides. Ao viver no deserto entre o povo Fremen, ele tornar-se-á não apenas no líder, mas num
messias, libertando o imenso poder que Duna abriga numa guerra que irá ter repercussões em todo o Império...

Opinião:

O "Duna" foi o primeiro livro de ficção-cientifica que li, um género que nuca me tinha despertado um especial interesse.

Com personagens muito bem construídas, como o Paul Atreides que mais tarde se torna conhecido como Paul Muad'Dib. A Casa Atreides vive numa constante luta com a Casa Harkonnen, que é agravada quando a Casa Atreides fica com o governo do planeta Arrakis, vulgarmente conhecido como Duna.

Arrakis, é um planeta desértico, onde há primeira vista parece só haver deserto e montanhas, mas é em Arrakis onde há a especiaria, a droga mais valiosa do Império.

O Paul quando chega a Arrakis começa a descobrir que ele tem poderes e que o povo de Arrakis pensa que ele é o Messias prometido nas antigas profecias das Bene Gesserit.

Depois de o Duque Atreides morrer nas mãos devido dos seus inimigos, Paul e a sua mãe refugiam-se entre os fremen (o povo de Arrakis), e começam a planear a sua vingança.

Só posso dizer que este livro é simplesmente genial e que superou as minhas expectativas. É sem duvida um dos melhores livros que li este ano. De leitura obrigatória.

Classificação: 10-10
Enviar um comentário