12 de maio de 2010

"Hush Hush" de Becca Fitzpatrick



Vêm aí os anjos

hush, hush, livro de Becca Fitzpatrick que a Porto Editora vai publicar no dia 20 de Maio, é o romance mais aguardado deste Verão.
11-05-2010

A meio de Abril, a revista Sábado publicava um artigo em que afirmava que, na ficção, os «vampiros estão a dar lugar aos anjos». Nada mais certo.

hush, hush, livro de Becca Fitzpatrick que a Porto Editora vai publicar no dia 20 de Maio, está a ter enorme sucesso internacional e, por isso, já é o romance mais aguardado deste verão pelos leitores do género em Portugal.

Nos países em que já foi publicado (os direitos estão vendidos para trinta e um), hush, hush conquistou de imediato milhares de leitores (até já há sites de fãs, como este) e também a crítica: «uma estreia impressionante», segundo a Kirkus Reviews; «os adeptos do terror e do romance que temem o lobisomem (e o vampiro) que espreita apreciarão esta nova investida ao coração das trevas», vaticina a Booklist. Por tudo isso, a Publishers Weekly anunciou: «Adeus, dentes; olá, asas».

hush, hush vai ter uma sequela - intitula-se Crescendo -, que a Porto Editora vai publicar por cá, e que a sete meses de ser lançada já promete ser um enorme sucesso, tal a quantidade de reacções positivas desde que a capa foi revelada na Internet, há duas semanas.

Sinopse:

Apaixonar-se não fazia parte dos planos de Nora Grey. Nunca se sentira atraída por nenhum dos rapazes da sua escola, apesar da insistência de Vee, a sua melhor amiga.
Então, aparece Patch. Com um sorriso fácil e uns olhos que mais parecem trespassar-lhe a alma, Patch seduz Nora, deixando-a completamente indefesa.
Mas, após uma série de encontros assustadores com Patch, que parece estar sempre onde ela está, Nora não consegue decidir se há-de cair-lhe nos braços ou fugir sem deixar rasto.
Em busca de respostas para o momento mais confuso da sua vida, Nora dá consigo no centro de uma antiga batalha entre imortais. E quando é chegada a altura de escolher um rumo, a opção errada poderá custar-lhe a vida.
Enviar um comentário