30 de julho de 2011

Livros recebidos no passatempo "Marés Vivas"



Creasy voltara a Itália. Solitário, precocemente envelhecido, minado pela bebida, acreditava que já não tinha razões para viver. E então foi contratado, pelas piores razões, para ser o guarda-costas da filha de um industrial italiano. Isso conduzi-lo-ia, num país prisioneiro do crime organizado, a recuperar a máquina de guerra que em tempos o seu corpo fora.





Corre o ano de 476 d.C. Sentado no trono dos Césares está Rómulo Augusto, um jovem de apenas treze anos e o último imperador romano do mundo ocidental. O Império que se julgava eterno e glorioso ameaça ruir devido aos sucessivos ataques infligidos pelas tropas bárbaras, comandadas por Odoacro. A estratégia dos invasores, eficaz e mortífera, culmina no assassinato da família imperial e na deposição de Rómulo Augusto que, juntamente com o seu fiel preceptor, Ambrosinus, é enviado para a ilha de Capri. A Legião Nova Invicta a quem foi confiada a defesa do jovem imperador parece ser a última réstia de esperança… Manfredi reconstitui, de forma magistral, a atmosfera de um mundo antigo prestes a desabar, onde a amizade, o amor e a coragem se revelam os grandes vencedores. Uma obra fascinante, agora também no grande ecrã.
Enviar um comentário