11 de abril de 2012

Opinião - A terra será tua



A Barcelona do século XI abriga entre as suas muralhas duas histórias, ambas marcadas pelo drama, o amor e a ambição: a de um jovem camponês que consegue modificar o seu destino com o único fito de prosperar e de se tornar merecedor do amor de uma jovem de alta estirpe; e os amores adúlteros do conde de Barcelona, que mergulham a cidade num perigoso conflito político. 
Martí Barbany tem dezanove anos quando chega à cidade condal, fugindo a uma vida de pobreza, e fica deslumbrado por um agregado populacional muito maior dos que os que vira até então e que se abre perante si como uma terra plena de oportunidades. Inicia um caminho recheado de obstáculos, mas que, graças a um inesperado legado e à sua habilidade para os negócios, o leva a atingir a prosperidade e a converter-se numa personalidade eminente, mas, também, invejada. A fortuna, contudo, nem sempre se encontrará do seu lado, e tanto o amor como a tragédia protagonizarão, igualmente, a sua vida. A história de Martí entrelaça-se com ao do conde de Barcelona, Ramón Berenguer I, cujos amores adúlteros com a condessa Almodis de Tolouse o levam a confrontarse com os condados vizinhos e com o próprio Papa, fazendo perigar a paz da cidade condal.


Opinião:


Este romance histórico foi escrito pelo escritor catalão Chufo Lloréns. O livro retrata Barcelona do século XI misturando factos e personagens verídicas com fictícias.


Marti Barbany é um jovem camponês que quando se torna maior de idade vai para Barcelona para tentar prosperar na vida e receber a herança do seu pai, um antigo soldado. Com a herança do seu pai, com a sua inteligência e alguns bons amigos  


Ramón Berrenguer I é o duque de Barcelona mas que devido a um amor proibido entra em conflito com o Papa. Mas nem assim ele desiste da sua amada Almondis de la Mancha.


Bernat Montcusí é um poderoso cidadão de Barcelona e um conselheiro do Duque. Ele é muito ambicioso e que usa todo o seu poder para enriquecer ainda mais. 


O escritor consegue fazer uma óptima descrição da Barcelona Medieval. O enredo está bem construído mas algo previsível e o ritmo do livro é algo lento. 


Terei de dar uma nota menos positiva a revisão do livro, que conta com alguns erros ortográficos e algumas trocas de palavras. 


Eu gostei bastante deste livro e espero ver a sua continuação traduzida para português. 


Avaliação: 8-10
Enviar um comentário