27 de fevereiro de 2013

Opinião - Leões de Cartago



Neste empolgante épico, recheado de personagens históricas e muitas reviravoltas do destino, David Anthony Durham recria o mundo lendário de Aníbal, o mais célebre dos Leões de Cartago.
Tendo como cenário inicial o território que hoje corresponde a Espanha, traça as origens da guerra, as primeiras conquistas e a sábia escolha de Aníbal ao atacar Roma por via terrestre, feito que se julga impossível.
A prosa vívida e cinematrográfica de Durham transporta-nos para diversos campos de batalha, ao encontro de heróis e povos bélicos que marcaram para sempre a nossa História.
"Leões de Cartago" é uma conquista na área do romance histórico e fará com que o leitor mergulhe num mundo de autenticidade ficcionada, onde ganham vida personagens, acontecimentos e pormenores impressionantes.

Opinião:


Leões de Cartago é um romance histórico ficcional baseado na Segunda Guerra Púnica, que opôs Roma contra Cartago.  Aníbal era um general de Cartago que estava a expandir o domínio sobre a Hispânia e foi o principal líder cartaginês na guerra, sendo a personagem principal do livro. 


A guerra iniciou-se com o cerco cartaginês a cidade de Saguntum, que tinha uma aliança firmada com Roma. Mas um acordo anterior feito entre Roma e Cartago, que permitia a expansão de Cartago na Península Ibérica ate ao rio Ebro, deixava a cidade dentro dos limites traçados no acordo.  Roma enviou um representante a Cartago para exigir o final do cerco, como não o conseguiram obter declararam guerra. 

Territórios de Roma e Cartago antes da Guerra

Depois da declaração de guerra, Aníbal planeou uma ambiciosa campanha terrestre contra Roma, que levou o seu exército, que era parcialmente composto por um grande regimento de elefantes de guerra, a atravessar os Pirenéus e os Alpes. O que foi um dos maiores feitos militares da época, e apanhou os romanos completamente de surpresa.

Aníbal actualmente ainda é considerado como um dos melhores estrategas militares, devido a sua capacidade de improvisar e planear das lutas ganhou quase todos os grandes combates contra Roma. 

Públio Cipião foi um dos vários generais de Roma que lutaram  contra Cartago, mas foi de longe o mais bem sucedido. Com a sua astucia conseguiu terminar com o domínio cartaginês na Península Ibérica e depois conseguiu derrotar Aníbal na batalha de Zama, que selou a vitória romana.

Leões de Cartago é um romance histórico com um enredo vibrante e recheado de acção e intrigas que conquista logo nas primeiras páginas. 

Avaliação: 8-10


Deixo-vós aqui a excelente capa espanhola do livro.


Enviar um comentário