20 de novembro de 2013

Opinião - Alex Cross - A Caça



O detetive Alex Cross é chamado ao local do pior crime a que alguma vez assistiu. Uma família inteira foi assassinada de forma brutal e impiedosa, e uma das vítimas era uma antiga paixão sua.

O mesmo tipo de crimes sucede-se, mantendo um padrão semelhante: a morte de famílias inteiras, cujos corpos são depois objeto de uma crueldade violenta. Alex Cross e a sua namorada atual, Brianna Stone, mergulham neste caso e enredam-se na teia do mortífero submundo de Washington DC. Aquilo que descobrem é tão chocante que mal conseguem compreendê-lo: os assassinos pertencem a um gangue altamente organizado, encabeçado por um diabólico senhor da guerra conhecido como Tigre. Quando o rasto deste temível assassino desemboca em África, Alex sabe que tem de segui-lo. Desprotegido e só, Alex é torturado e perseguido pelo gangue do Tigre.

Conseguirá Alex caçar o seu inimigo, ou será ele próprio a caça?

Opinião:

A Caça é o terceiro livro que li da Saga Alex Cross, e que é  publicado em Portugal pela Topseller.

Alex Cross é chamado a uma casa suburbana, onde é defrontado com a pior cena de crime da sua carreira. Juntamente com a sua namorada, a detective Brianna Stone, tentam desvendar quem cometeu tão hediondo crime. E as pistas levam Alex à África.

O enredo deste livro é divido entre Washington DC e África, onde o autor tenta descrever a violência étnica e religiosa na Nigéria, as consequências da guerra na Libéria e os horrores dos campos no Darfur. 

A ritmo deste livro é elevado e tem um enredo complexo e bem construído. Alex Cross é uma personagem que eu acho particularmente bem construída devido a sua complexidade.

James Patterson é sem dúvida um mestre a escrever policiais e um dos meus autores preferidos. 

Avaliação: 9-10
Enviar um comentário