18 de março de 2011

Opinião - "O Dardo de Kushiel"



Uma escritora do mais alto nível. Quando acabei de ler só queria que os livros nunca acabassem -George R.R. Martin

TERRE D'ANGE é um lugar de beleza sem igual. Diz-se que os anjos deram com a terra e a acharam boa... e que a raça resultante do amor entre anjos e humanos se rege por uma simples regra: ama à tua vontade. Phèdre é uma jovem nascida com uma marca escarlate no olho esquerdo. Vendida para a servidão em criança, é comprada por Delaunay, um fidalgo com uma missão muito especial... Foi, também ele, o primeiro a reconhece-la como a eleita de Kushiel, para toda a vida experimentar a dor e o prazer como uma coisa só. Phèdre é adestrada nas artes palacianas e de alcova, mas, acima de tudo, na habilidade de observar, recordar e analisar. Espia talentosa e cortesã irresistível, Phèdre tropeça numa trama que ameaça os próprios alicerces da sua pátria. A traição põe-na no caminho; o amor e a honra instigam-na a ir mais longe. Mas a crueldade do destino vai levá-la ao limite do desespero... e para além dele. Amiga odiosa, inimiga amorosa, assassina bem-amada; todas elas podem usar a mesma máscara reluzente neste mundo, e Phèdre apenas terá uma oportunidade de salvar tudo o que lhe é mais querido.

Opinião:

Escolhi este livro na oferta 2=3 da Saída de Emergência, muito por causa da insistente recomendação do Paulo. E só posso dizer que foi uma excelente recomendação. 

A história deste livro passa-se num mundo baseado na Europa. Terre D'Ange fica situada no território onde fica a França. Fica aqui um pequeno mapa da saga. Uns dos pontos fortes do livro é a variedade de culturas existentes e a boa descrição das mesma.




A protagonista  desta saga é a Phèdre nó Delauney, uma jovem rapariga com uma marca de Kushiel no olho. Ela é vendida a Casa da Noite pelos seus pais. Aos dez anos ela entra é adoptada pelo Anafiel Delauney. Alguns anos depois por seu desejo e devido a sua marca que a marca como uma anguissette, ela dá o corpo ao serviço a Naamah, em Terre D'Ange a prostituição é considerado um serviço sagrado. 

Gostei muito da personagem do Anafiel, um homem sério que esconde o seu passado aos seus pupilos. A Phèdre devido a sua marca e a sua escolha de entrar ao serviço não consegue atingir o prazer sem dor. Melisande é uma personagem misteriosa e bastante perigosa. 

Este livro tem um bocado de tudo. Intrigas na corte, guerra, cenas de sexo, espionagem e um excelente enredo e boas personagens e só posso dizer que irei seguir esta saga com muita atenção. 

Avaliação: 8-10
Enviar um comentário