12 de novembro de 2010

Opinião - "A Queda dos Gigantes"



Sinopse:

"Ken Follett, esse grande mestre do romance, publica uma nova obra de grande fôlego histórico, a trilogia O Século, que atravessará todo o conturbado século XX.
Neste primeiro volume, travamos conhecimento com as cinco famílias que nas suas sucessivas gerações serão as grandes protagonistas da trilogia. Mas não esgotam a vasta galeria de personagens, incluindo figuras reais como Winston Churchill, Lenine ou Trotsky, que irão cruzar-se uma complexa rede de relações, no quadro da Primeira Grande Guerra, da Revolução Russa e do movimento sufragista feminino. Um extraordinário fresco, excepcional no rigor da investigação e brilhante na reconstrução dos tempos e das mentalidades da época. "

Opinião:


Este livro é o primeiro da ambiciosa trilogia "O Século" do excelente escritor Ken Follett,  esta trilogia "só" tenta romancear os principais acontecimentos do século XX que foi muito rico em acontecimentos.

"A Queda dos Gigantes"  retrata a Europa antes e durante a Primeira Guerra Mundial, e levamos a conhecer a mentalidade existente na época e motivos do início da guerra que devastou a Europa.

Neste livro há personagens em sítios tão diversos como o Reino Unido, Alemanha, Estados Unidos da América e a Rússia . Como sempre o Follett é um mestre na criação das suas personagens, as minhas favoritas foram o Billy Willians, um jovem mineiro gales, o Grigori Péchkov um operário fabril russo e a Maud Fitzherbert uma aristocrata inglesa com ideias polémicas. Mas há mais personagens que merecem ser descobertas pelo leitor

Ao ler este livro percebemos como era difícil ser um membro do povo e ter de lutar todos os dias para ter comida e abrigo. E também o que era muito difícil de trabalhar naquelas condições de segurança, tanto numa mina galesa ou numa fábrica em São Petersburgo.

O que atraiu mais foi a formidável descrição das mentalidades dos diversos povos envolvidos na obra. Desde do snobismo das altas classes, à luta diária do povo para sobreviver em tempo de guerra.
Há também algumas excelentes descrições de guerra. E claro que há sempre o romance, com especial destaque num caso polémico entre uma inglesa e um alemão.

Nesta obra é também bastante focada a politica e a relação entre os países até porque a maior parte das personagens são políticos ou estão intimamente ligados a politica. O que também está em foco são as sufragistas, e sua luta por direitos iguais aos do homem.

Este livro foi de longe o melhor romance-histórico que li, e que para mim supera o "Os Pilares da Terra" e qualquer amante de um bom livro devia comprar este livro apesar do seu elevado preço. Este livro entra no meu Top 5!! Mais do que recomendado, uma compra obrigatória!!

Classificação: 10-10

4 comentários:

Fiacha disse...

Epá agora deixaste-me super curioso com a tua critica a este primeiro volume da trilogia.

Eu adorei os Pilares da Terra mas se este, a teu ver, consegue ainda ser melhor não é informação para se desprezar.

É caso para dizer que este ano é o ano de Follett aqui para o nosso Elfo Negro.

Fiquei super interessado

Unknown disse...

Devias ler o livro ;)
Pode ser que te empreste o livro :P

Fiacha disse...

Isso é que era fixe e já agora não te esqueças de guardar tambem uma fatiazinha do teu bolo, continuo a achar que tem um aspecto delicioso ;)

Bem sendo assim a ver se te levo os livros que tenho da serie O 1º Homem de Roma, para mim o melhor Romance Historico que li até hoje.

Unknown disse...

tb li este livro e gostei muito, estou aguardando o segundo livro da trilogia... e esta sendo dificil esperar