1 de julho de 2013

Opinião - Alex Cross


Alex Cross era uma estrela em ascensão na Polícia de Washington DC quando um desconhecido assassinou a sua mulher, Maria, à sua frente.
Anos mais tarde, Alex deixou as forças de segurança e regressou à carreira de psicólogo, revelando-se um bem-sucedido escritor de livros policiais. A vida com a sua avó, Nana Mama, e os filhos Damon, Jannie e o pequeno Alex parece correr na perfeição, e o detetive admite mesmo viver um novo amor.
É nesta fase que John Sampson, o seu antigo parceiro na Polícia, lhe pede ajuda para capturar um perigoso criminoso. Cross regressa então à ação, sem saber que se prepara para enfrentar o assassino da sua própria mulher.
Tem início a busca pelo homicida mais astuto e psicótico que jamais enfrentou, que o vai empurrar perigosamente para o ponto de rutura.

Opinião:

Alex Cross é um brilhante detective na Policia de Washington DC, que sofre uma terrível tragédia familiar, a qual assiste sem nada poder fazer para a evitar.


Alguns anos mais tarde, depois de já ter deixado as forças policiais, um antigo parceiro pede-lhe ajuda para capturar um perigoso criminoso.

Alex ainda vive "perseguido" pelo fantasma da sua falecida mulher, mesmo 10 anos após o seu falecimento ele ainda não teve nenhuma relação séria. Ele decidiu deixar de ser polícia para ter um emprego menos perigoso mas principalmente para dedicar mais tempo aos seus 3 filhos.

Michael Sullivan, mais conhecido no seu meio profissional como Carniceiro, é um assassino e violador em série que actua com uma violência assustadora . Ao longo do livro vamos conhecendo o seu passado e as motivações que o levaram a tornar-se um psicopata.

Gostei mais do enredo deste livro do que o do Private, o outro livro que li do autor. As razões para isso devem-se que este livro tem mais acção e duas personagens muito fortes o Alex e o seu némesis o Carniceiro. Para mim este livro com os seus pequenos capítulos foi uma leitura compulsiva como já não tinha a muito e quero ler mais livros deste autor que começa a figurar nos meus preferidos.

Com livros desta qualidade a aposta que decidi fazer este ano em thrillers e policiais provou-se certeira e irei continuar a ler mais livros do género.

Avaliação: 9-10
Enviar um comentário