15 de dezembro de 2010

Opinião - "O Homem Pintado"


Sinopse:

Num mundo povoado por demónios que dominam a noite, forçando os seres humanos a esconderem-se atrás de guardas mágicas à espera que o sol nasça, o jovem Arlen assiste ao massacre da sua família por causa da cobardia do pai. A partir desse momento tudo muda e Arlen parte numa viagem de descoberta que o levará a percorrer o mundo e a conhecer Leesha e Roger. Os três são a última esperança da humanidade na luta contra os demónios. Só que por vezes os demónios mais difíceis de vencer são os que trazemos dentro de nós. Juntos estes três jovens oferecem à humanidade uma última e fugaz hipótese de sobrevivência. Para aqueles que procuram o novo grande nome da fantasia a espera terminou. Ele é Peter V. Brett. Comparável a muitos mas diferente de todos, oferece-nos uma história brilhante que nos prende da primeira à última página. Dizer que é uma obra magistral é pouco para descrever a história épica da luta de Arlen, Leesha e Roger para salvar uma humanidade condenada a viver num medo permanente da noite e dos demónios que ela encerra.

Opinião:

Neste mundo onde os demónios dominam a noite, e onde os humanos são forçados a passar a noite atrás de guardas mágicas. E onde a maior parte dos homens não tem a coragem de enfrentar os demónios conhecemos o jovem Arlen, que depois de assistir a morte da sua mãe muito devido a cobardia do pai decide sair da pequena vila onde mora, e conhecer o mundo. Nessa viagem corta o braço a um enorme demónio de pedra, que a partir daí o demónio nunca mais deixa de o perseguir.

Também conhecemos a Leesha, uma jovem atormentada por uma mãe com um temperamento infernal que atormenta profundamente a sua vida e a do seu pai. Leesha vive sobre o domínio da sua mãe até se tornar aprendiz de Bruna, uma herbanária centenária, a que as pessoas chamam de bruxa.

E ainda o Rojer, que no inicio é apenas uma criança de 3 anos que perde os país no ataque a sua vila. E  que depois é criado por um jogral , que lhe ensina a sua arte.

Há nesta saga vários tipos de demónios: Madeira, Pedra, Barro, Fogo, Vento e Água. Cada com as suas características e terrenos de acção e pontos fortes e fracos.

Neste livro conhecemos as origens do Homem Pintado, e de como ele consegue restabelecer a esperança dos homens em derrotar os demónios.

Um bom livro de fantasia, que tem uma pequena parte de terror. Recomendo aos amantes do género.

Classificação: 8-10
Enviar um comentário