10 de dezembro de 2010

Opinião - "O Clã do Urso das Carvernas"

´

Sinopse:

Jean M. Auel retrata, neste empolgante retrato histórico, a vida dos nossos antepassados na última fase da Era Glaciar, quando os homens de Neandertal e de Cro-Magnon dividiam a Terra.

A heroína do romance é Ayla, uma valente e indomável jovem que é deixada à sua sorte depois de uma catástrofe natural.  Aos cinco anos é encontrada e adoptada pelo Clã, um grupo de homens de Neandertal, muito diferentes da sua espécie.
Num primeiro momento os cabelos loiros e olhos azuis de Ayla inspiram surpresa, depois desconfiança e, por fim aceitação por parte do Clã. Iza, a curandeira, e Creb, o Homem Santo, cuidam desta jovem que se interessa pela caça e pelo manejo de armas, algo que está proibido as mulheres, mas que ela domina com notável mestria.

O Clã do Urso das Cavernas é um fenómeno literário em todo o mundo. Nesta obra, a autora descreve um mundo real, mas ao mesmo tempo mágico, a sua fauna e flora, numa investigação histórica cuidada e elogiada por historiadores e antropólogos que ficaram rendidos a esta fantástica aventura.

Opinião: 

Neste belo romance histórico, levamos a Idade da Pedra e a conhecermos um povo já desaparecido, os Neandertal. Os Neandertal são um povo diferente física e mentalmente dos nossos acedentes directos, sendo mais baixos e entroncados e tinha como principal arma a sua memória colectiva, eles conseguiam lembrar de acontecimentos que tinham ocorridos há muito anos atrás. 

Ayla, é uma menina de cinco anos quando perdeu toda a família num terramoto, depois de alguns dias perdida é encontrada por uma família de Homens de Neandertal, a curandeira, Iza, cura a rapariga, tinha sido ferida por um leão das cavernas e estava muita desidratada, e convence o chefe, Brun, a levar a menina para ela não morrer. 

Depois de aceitarem a rapariga no clã que entretanto é adoptada por Iza e Creb, o Grande Mog-Ur, feiticeiro do clã. Acontece num curto espaço de tempo mais mudanças no clã do que tinha acontecido em milénios. 

Num romance extremamente bem conseguido a autora consegue recriar um ambiente pré-histórico muito bem construído e uma cultura muito bem bem fundamentada. Eu gostei imenso de conhecer o universo recriado pela autora. E espero conseguir ler os restantes livros brevemente.

Como não podia deixar, este romance pré-histórico tem a  minha recomendação.

Classificação: 8-10  

Enviar um comentário