16 de março de 2012

Opinião - O Feiticeiro e a Sombra



Numa terra longínqua chamada Terramar vive o maior de todos os arquimagos. O seu nome é Gued, mas há muito tempo atrás, ele era um jovem chamado Gavião, um ser estranho, irrequieto e sedento de poder e sabedoria, que se tornou aprendiz de feiticeiro. Neste livro conta-se a história da sua iniciação no mundo da magia e dos desafios que teve que superar depois de ter profanado antigos segredos e libertado uma negra e pérfida sombra sobre o mundo. Aprendeu a usar as palavras que libertavam poder mágico, domou um dragão de tempos imemoriais e teve que atravessar perigos de morte para manter o equilíbrio de Terramar. No meio de um suspense quase insustentável, de encontros místicos, de amizades inquebrantáveis, de sábios poderosos e de forças tenebrosas do reino das trevas e da morte, Gued não pode vacilar, qualquer fraqueza sua fará perigar o equilíbrio que sustenta o mundo… e a sombra maléfica que ele libertou, gélida e silenciosa, só está à espera desse momento para devastar, com as suas asas negras, o mundo inteiro.
O Ciclo de Terramar é uma admirável tetralogia, por muitos comparada a clássicos como «Narnia» de C.S. Lewis ou «O Senhor dos Anéis» de J.R.R. Tolkien. Esta magnífica saga, que se tornou numa obra de referência no vastíssimo percurso literário desta escritora norte-americana, tem início com «O Feiticeiro e a Sombra». O universo de Terramar, simultaneamente tão semelhante e diferente do nosso, é, sem dúvida, uma das maiores criações da literatura fantástica, e o poder misterioso e mágico que emana da narrativa, a sensibilidade que ilumina os momentos de profunda sabedoria, a intensidade das personagens, o estilo elegante e cristalino conquistam-nos de imediato e rapidamente nos arrebata para os meandros dos seus reinos imaginários.

Opinião:

"O Feiticeiro e a Sombra" é o primeiro livro da clássica tetralogia de fantasia "Terramar" da autoria da Ursula le Guin.

Esta saga leva-nos até ao mundo de fantasia chamado Terramar, que é um mundo constituído por uma série de arquipélagos. E como tal o principal meio de transporte das suas pessoas é feita através de barcos. 

Mapa de Terramar retirado do site da autora

O protagonista desta saga é o Gued, também conhecido por Gavião, um jovem natural da ilha de Gont, situada na Estrema Norte, que desde os 7 anos deu mostras de que se irá tornar num poderoso feiticeiro.

Alguns anos depois ele vai para a ilha de Roke onde está situada a "escola" dos feiticeiros. Gued ao saber que é superior aos seus colegas torna-se num jovem extremamente arrogante e ambicioso que afasta quase todos os seus colegas excepto o Vetch. O principal opositor de Gued é Jaspe que é um dos estudantes mais aptos.

Um dos elementos que mais gostei da história foi a misteriosa Sombra que persegue Gued. Gued tenta descobrir o que realmente é a Sombra e porque ela o persegue. 
Eu gostei muito da mensagem que a autora tentou transmitir com ela.

Ao ler este livro pode-se ver que o Patrick Rothfuss inspirou-se muito nesta obra para escrever os seus livros. Em ambos há um sítio de aprendizagem para se tornar num feiticeiro/arcano, o protagonista é uma lenda viva e um jovem prodígio, e ainda devido ao facto de todas as coisas terem o seu nome pela qual é conhecido e também têm o seu próprio que quando alguém o sabe pode manipular essa coisa ou pessoa.

Eu gostei muito da forma da forma como o livro foi escrito a qual me conseguiu agarrar desde as primeiras palavras. O enredo é bastante complexo para um livro tão pequeno (180 páginas) e em algumas partes um pouco surpreendente mas o final foi algo previsível.  

Para mim a parte mais negativa dos livros são mesmo as capas, que eu acho ser demasiados infantis. 

Este é sem dúvida um óptimo começo do que espero ser uma maravilhosa saga de fantasia. Eu sem qualquer duvida recomendo este livro tanto devido à sua qualidade como ao seu baixo preço. 

Avaliação: 8-10
Enviar um comentário