21 de abril de 2010

Barristan Selmy



Sor Barristan Selmy, chamado de Barristan, o Ousado, é um reconhecido herói e cavaleiro da Guarda Real, servindo a Guarda num tempo onde era considerada ser composta pelos melhores cavaleiros do reino

História:

Barristan ganhou o seu epíteto ao entrar num torneio, fazendo-se passar por um cavaleiro disfarçado quando tinha apenas dez anos. Ele é nomeado cavaleiro pelo Rei Aegon V, com dezasseis anos. Ele foi um bem sucedido cavaleiro de torneios ao longo da vida, ele também provou o seu valor em batalha, matando Maelys, o Monstruoso em combate singular durante a Guerra dos Reis dos Nove Dinheiros, acabando assim a linha de pretendentes Blackfyre. Ele foi nomeado para a Guarda Real, aos vinte e três anos e jurou os seus votos perante Sor Gerold Hightower, durante o reinado de Jaeherys II, pelo qual ele abdicou da pretensão a sede da família, e a rapariga com a qual iria casar, casou-se com o seu primo na sua vez. Ele lutou bravemente pelos Targaryen durante a Rebelião de Robert, que os destronou do poder, em particular na Batalha do Tridente, onde foi gravemente ferido, Baristan depois aceitou o perdão de que Robert lhe propôs e tornou-se no Lorde Comandante da Guarda Real de Robert. Baristan é um formidável guerreiro mesmo em idade avançada, tendo ganho o torneio de Porto Real com 57 anos, e conseguido fazer o Sandor Clegane cair do cavalo numa justa apenas um ano antes do início da Guerra dos Cinco Reis.

Eventos ocorridos durante as Crónicas:

Barristan serviu lealmente como Senhor Comandante da Guarda Reald de Robert até a morte do mesmo. Num situação sem precedentes, ele foi demitido da Guarda Real pelo pequeno conselho do Rei Joffrey com a justificação da sua idade avançada. Quando o rei ordenou que ele fosse preso e questionado por uma ameaça proferida no calor da sua demissão, Selmy matou os homens que o Rei enviou a sua procura.

Os acontecimentos forçaram-no a reavaliar os seus anos de serviço na Guarda Real de Robert ao lado de pessoas como o Regicída e outros que ele considerava quase tão ruins. Ele chegou à conclusão de que este serviço foi imperdoável e que seu dever era encontrar o seu verdadeiro rei, e morrer ao seu serviço.

Essa busca o levou a Illyrio Mopatis, que emparelhou-o com Belwas, o Forte sobre o disfarce de "Arstan, o Barba Branca", um escudeiro de Westeros. E enviou-o para procurar a última descendente do Rei Aerys viva, Daenerys. Escondendo a sua verdadeira identidade por um tempo, para avaliar se Daenerys tinha uma mente sã. Barristan ensinou-lhe algumas coisas acerca da cultura de Westeros e sobre a sua história familiar. Após a revelação de sua identidade, Daenerys quase o baniu por causa do seu engano e o seu serviço ao Rei Robert, seu maior inimigo. No entanto, quando Selmy explicou a sua mentira e mostrou arrependimento pelos seus serviços na Guarda Real de Robert, Dany perdoou-o e readmitiu-o ao seu serviço, agora como o Senhor Comandante da sua Guarda Real.
Enviar um comentário