27 de março de 2010

Tywin Lannister


Tywin Lannister é o Lorde do Rochedo Casterly, Escudo de Lannisporto e Protector do Oeste. É um homem calculista, impiedoso e controlador, Tywin é um dos mais poderosos Lordes de Westeros. Ele é o pai de Cersei, Jaime e Tyrion. Ele ama os seu filhos Jaime e Cersei, mas despreza o Tyrion. Isto é parcialmente causado pelo facto de Tyrion ser deformado, mas Tywin também o acusa de ter matado a sua amada esposa Joanna, assim como de denegrir o nome da sua família pelo sua busca por prostitutas.

Aparência:

Tywin é um homem alto, magro, de ombros largos cinquentão. Ele rapa a cabeça toda desde que começou a ficar careca, mas deixou crescer patilhas. Ele tem olhos verdes salpicados com dourado.

História:

Na sua juventude, Tywin viu o se pai, Tytos a gerir mal a fortuna dos Lannister e deixando quase a família na ruína. Depois de se tornar Lorde ele conseguiu restaurar sozinho a honra e fortuna da família. Ele dedicou todos os seus esforços para manter o prestígio dos Lannister.

Tywin foi um poderoso Mão do Rei por muito tempo durante o reinado de Aerys II, até que a crescente paranóia e ciúmes de Aerys, provocarem graves discussões entre ambos. Depois de Aerys ter recusado em casar o seu filho herdeiro, Rhaegar, com a Cersei, e ter promovido Jaime a Guarda Real sem a sua permissão, Tywin demite-se do posto de Mão e volta as suas terras. Durante a Rebelião de Robert ele permaneceu no Rochedo Casterly, não fazendo parte de qualquer lado, até a decisiva vitória de Robert na Batalha do Tridente. Depois da batalha, Tywin reuniu todas as suas tropas e marchou em direcção a Porto Real. depois de Aerys ter sido convencido que Tywin vinha para o ajudar, ele ordenou a abertura dos portões da cidade. As tropas de Tywin saquearam brutalmente a cidade enquanto que alguns cavaleiros a si ajuramentados matavam a mulher e os filhos do Príncipe Rhaegar.



Acontecimentos durante as Crónicas:

Depois da morte do Rei Robert, Tywin foi nomeado como Mão do Rei para o seu neto Joffrey Baratheon. Na maior parte do ano seguinte Tywin conduziu a guerra contra os Stark e o seu filho Tyrion serviu como Mão provisória. Depois da sua retirada de surpresa de Harrenhal, para atacar as tropas de Stannis Baratheon que levou-o a vitória na Batalha da Água Negra e uma aliança com a Casa Tyrell, ele retomou o seu
como Mão, que assumiu até ser morto por Tyrion na casa de banho. Apesar de ele estar zangado com Tyrion devido a sua constantemente utilização de prostitutas, depois da sua morte, a antiga prostituta de Tyrion, Shae, foi encontrada no quarto de Tywin.

Apesar de impiedoso, Tywin foi também um governante hábil e astuto que trouxe grande prosperidade durante a sua função de Mão do Rei. Ele era especialmente talentoso em arranjar dinheiro, levando a persistentes rumores que tinha o "toque de Midas" e até murmúrios provocadores que ele devia "cagar ouro".

Enviar um comentário