16 de fevereiro de 2010

Bran Stark



Brandon Stark, tipicamente chamado de "Bran", é o segundo filho de Eddard e Catelyn.
Ele foi chamado de Brandon em homenagem ao seu falecido tio, cuja morte foi um dos vários eventos que levaram a Rebelião de Robert. Bran gostava muito de escalar e explorar Winterfell até que caiu e ficou inválido. Como os seus irmãos, ele é cumpridor dos seus deveres e de forte personalidade. Ele tem um lobo gigante chamado de Verão, com o qual tem uma forte ligação warg (consegue entrar no corpo do lobo e controla-lho).



Eventos durante as Crónicas:

Numa das suas habituais escaladas, Bran passa por uma janela, através da qual ele vê a Rainha Cersei e o seu irmão Jaime a fazer amor. Ele é detectado, e quando apecerbe-se disso quase cai ao tentar fugir. Mas Jaime agarra-o evitando assim a sua queda, mas apesar dos remorsos ele joga Bran da janela para manter secreto o seu incestuoso caso com a sua irmã. Mas Bran sobrevive mas fica em coma, durante o coma ele tem muitas visões, incluindo um corvo com três olhos que lhe disse que conseguia ensinar-o a voar. Sobre a direcção do corvo, ele acorda e chama ao seu lobo de Verão. Mas Bran fica aleijado da queda e é incapaz de andar, mas o corvo diz que ele é um "lobo alado" preso por correntes.



Depois de Robb se tornar no Rei do Norte, como herdeiro de Robb, Bran torna-se no Príncipe de Winterfell e governa o castelo na ausência do irmão. Ele torna-se amigo de Meera e Jojen Reed, filhos do amigo mais confiável do seu pai, Howland Reed.
Enquanto dorme, Bran entre frequentemente na mente do Verão, mas ele pensava que estava só a sonhar. Jojen reconheceu o talento de Bran como troca-peles e ensinou a usar o seu talento correctamente. Depois de tomar conhecimento das visões de Bran, Jojen diz que se Bran for para norte para além da Muralha, ele conseguia encontrar o corvo de três olhos. Quando Theon Greyjoy traiu os Stark e capturou Winterfell, Bran escondeu-se juntamente com Jojen, Meera, Rickon, Osha e Hodor nas criptas por baixo de Winterfell. Para esconder a fuga de Bran e Rickon, o que poderia tornar-se num foco de resitencia contra ele, Theon matou dois rapazes com a mesma idade deles e esfolou-os e proclamou que eram Bran e Rickon.

Theon foi traído por Ramsay Bolton, que saqueou e pegou fogo a Winterfell e que levou as mulheres e crianças sobreviventes para o Forte Pavor. Ramsay actuou juntamente com o seu pai para trair os Stark e até massacrou aqueles que permaneceram leais aos Stark. O homens de Bolton montaram uma procura por Bran e Rickon, porque Ramsay tinha participado no truque de Theon.
Os irmãos separam-se, Rickon e Osha parte na direcção de Porto Branco. Bran, os Reed e Hodor parte para o norte a procura do corvo. Quando chegam a muralha, eles encontra o Sam Tarly e Gily com o seu bebé. Sam mostra-lhes uma passagem secreta que passa por baixo da Muralha. Onde conhecem o Mãos-Frias uma enigmática figura de aliança incerta.

Enviar um comentário