18 de fevereiro de 2010

Catelyn Stark



Catelyn Tully é a mulher de Eddard Stark e a Senhora de Winterfell. Ela tem cinco filhos, Robb, Sansa, Arya, Bran e Rickon. Catelyn pertence a Casa Tully, ela é a filha mais velha de Hoster e Minisa Tully, ela têm dois irmãos mais novos, Lysa e Edmure. Catelyn é vista pelos seus conhecidos como uma mulher de honra e justa, dando mais valor ao dever do ao desejo fazendo disso o seu principio governativo do comportamento. Ela têm um profundo amor pela sua família. Ele é muito crente a Fé dos Sete. Contundo ela considera o bastardo Jon Snow como intruso na sua famíla, e nunca perdou ned por o ter trazido para casa.

Aparência

Ela é descrita como uma mulher bonita, com cabelos ruivos, olhos azuis e dedos compridos.

História:

Catelyn cresceu em Correrrio, onde se tornou amiga do protegido do seu pai, Petyr Baelish. Ele apaixonou-se por ela, mas ela só gostava dele como um irmão. Quando ela tinha doze anos, foi anunciado o casamento dela com Brandon Stark, herdeiro de Winterfell. Depois de ouvir o anúncio, Petyr desafiou Brandon para um duelo pela mão de Catelyn. Brandon ganhou facilmente, mas poupou a vida de Petyr depois de catelyn lhe ter pedido para não matar o Petyr. Catelyn depois disso nunca mais falou com Petyr e queimou todas as cartas que recebeu dele depois da morte de Brandon.
Apesar de amar e estar prometida a Brandon, ela acabou por se casar com o seu irmão mais novo, Eddard, depois do Brandon ter sido morto por ordens do Rei Louco, Aerys. Ela com tempo também começou a amar Eddard.



Eventos ocorridos durante as Crónicas:

Depois da chegada da comitiva real a Winterfell, Catelyn recebeu uma carta da sua irmã Lysa, dizendo que os Lannister tinha matado o seu marido, o antigo Mão do Rei, Jon Arryn. isto põe os Stark em guarda, porque Ned tinha acabado de receber um convite para ocupar o cargo de Mão do Rei.
Depois de Bran ter sido atacado por um assassino, Catelyn viajou para Porto Real para informar Ned. Lá, Petyr Baelish informou-a que o punhal usado pertencia a Tyrion Lannister. No caminho de volta a Winterfell, ela encontra e prende Tyrion, levando-o para o Vale de Arryn para julgamento, que ele conseguiu ganhar. Esta prisão foi um dos factores que levaram a Guerra dos Cinco Reis.

Catelyn reúne-se com o seu filho Robb e ajudou-o na liderança da sua rebelião contra o Rei Joffrey. Ela viajou sul em direcção a Ponta Tempestade, para conseguir uma aliança com os irmãos Baratheon, Stannis e Renly, ambos se tinham coroado reis, não ela não teve sucesso. Ela testemunhou o assassinato de Renly e tomou Brienne de Tarth ao seu serviço quando elas fugiram. Quando ela ouviu dos (supostos) assassinatos de Bran e Rickon a mãos de Theon Greyjoy, ela liberta o prisioneiro de Robb, Jaime Lannister, numa tentativa de o trocar pelas suas duas filhas, cativas em Porto Real.



O pai de Catelyn, Hoster Tully, morre. Ela assiste ao seu funeral ao lado do seu filho Robb, do seu irmão e novo Lorde de Correrrio, Edmure Tully e do seu tio Brynden Tully. Catelyn é posta em prisão domiciliaria por ter libertado Sor Jaime, mas é permitida a sua presença no casamento do seu irmão nas Gémeas. Apesar da sua cautela ao longo da cerimonia toda, ela e Robb são traídos pelas Casas Frey e Bolton. Quando eles e muitos dos seus homens são assassinados a traição, num acto que ficou conhecido como o "Casamento Vermelho".

Três dias mais tarde ela foi ressuscitada por Beric Dondarrion, que deu a sua vida pela dela. As feridas de Catelyn só parcialmente curar-se, deixando-a mutilada e sem a capacidade de falar. Ela ficou consumida pelo seu desejo de vingança por causa da traição e assassinato feitos contra a sua família. Ela assumiu o nome de Senhora Coração de Pedra e assumiu o comando do grupo de foras-de-lei do Dondarrion, a Irmandade sem Estandartes. Ela liderou a Irmandade numa perseguição sem misericórdia contra todos que considerava serem traidores.



Enquanto liderava a Irmandade, ela encontra um pequeno grupo liderado por Brienne. Brienne informa-a que está a procura de Sansa a comando de Jaime. Mas ela está convencida que Brienne tornou-se numa traidora, porque ela leva a espada oferecida por Jaime, Cumpridora de Promessas. Brienne jura-lhe que ainda é leal mas a Senhora Coração de Pedra insiste em que ela provasse a sua lealdade, e que para isso tinha de matar Jaime. Jaime recusa, afirmado que Jaime mudou. Mas a Senhora Coração de Pedra diz-lhe para escolher entre matar Jaime ou ser enforcada. Brienne, que estava apaixonada por Jaime recusa-se a responder. Mas mesmo antes de ser enforcada ela grita uma palavra.

Senhora Coração de Pedra:

parece que a morte mudou Catelyn. Ela é menos graciosa e clemente do que em vida, é também consumida pela vingança e qualquer pessoa que ela pense que traiu a sua família é enforcada. Ela enforca homens pertencentes aos Frey, Bolton e Lannisters, mesmo que eles não tivessem participação directa no Casamento Vermelho.
A sua aparência também está mudada, com a sua carne a tornar-se macia e mais branca devido aos dias passados na água. Metade do seu cabelo caiu e o resto está branco e frágil. Também as suas feridas não se curaram, com a sua cara cheia de marcas de arranhadelas e a sua garganta cortada. Para falar ela tem de cobrir a sua ferida da garganta e mesmo assim é difícil de a compreender.
Enviar um comentário