23 de fevereiro de 2010

Opinião - "Sangue Fresco"




Sinopse:

Uma grande mudança social está a afectar toda a humanidade.
Os vampiros acabaram de ser reconhecidos como cidadãos. Após a criação em laboratório, de um sangue sintético comercializável e inofensivo, eles deixaram de ter que se alimentar de sangue humano. Mas o novo direito de cidadania traz muitas outras mudanças...
Sookie Stackhouse é uma empregada de mesa numa pequena vila de Louisiana. É tímida, e não sai muito. Não porque não seja bonita - porque é - mas acontece que Sookie tem um certo "problema": consegue ler os pensamentos dos outros. Isso não a torna uma pessoa muito sociável. Então surge Bill: alto, moreno, bonito, a quem Sookie não consegue ouvir os pensamentos. Com bons ou maus pensamentos ele é exactamente o tipo de homem com quem ela sonha. Mas Bill tem o seu próprio problema: é um vampiro.
Para além da má reputação, ele relaciona-se com os mais temidos e difamados vampiros e, tal como eles, é suspeito de todos os males que acontecem nas redondezas. Quando a sua colega é morta, Sookie percebe que a maldade veio para ficar nesta pequena terra de Louisiana. Aos poucos, uma nova subcultura dispersa-se um pouco por todos os lados e descobre-se que o próprio sangue dos
vampiros funciona nos humanos como uma das drogas mais poderosas e desejadas. Será que ao aceitar os vampiros a humanidade acabou de aceitar a sua própria extinção?

Opinião:

Este livro, fala sobre a história de Sookie Stackhouse e sobre um misterioso vampiro vem morar para uma pequena vila no Louisiana, chamada de Bons Temps.
A sociedade civil tinha há pouco tempo sofrido uma grande alteração, os vampiros tinham sido reconhecidos como cidadãos. A sua condição tinha sido explicada por um estranho vírus que os proibia de sair de dia, e tinha sido criado um sangue sintético para que eles não se alimentassem dos humanos.
Desde que os vampiros tinham sido reconhecidos como cidadãos de pleno direito, a Sookie sempre desejou conhecer um.
E teve essa oportunidade quando, Bill Compton, um vampiro alto, moreno, bonito, do qual Sookie não consegue ler a mente, ela era telepata e conseguia ler a mente de todos os humanos em seu redor, aparece no Bar Merlotte's onde ela trabalha.
Ao poucos ela vai-se envolvendo com Bill. E os dois tornam-se namorados. Pouco depois chegam a Bons Temps três misteriosos vampiros, que metem a povoação em polvorosa.
Algun tempo, depois começam a haver uma série de homicídios em Bons Temps, e os principais suspeitos dos crimes são o seu irmão Jason e o Bill.
Ela tenta descobrir o culpado dos homicídios usando o seu dom, mas será que ela consegue encontrar o culpado antes de ela própria ser a próxima vitima?

"Sangue Fresco" está escrito de uma forma fluída com poucas paragens e com um enredo que é muito viciante e bem construído.
O livro está todo escrito no ponto de vista de Sookie. Ao longo do livro vamos ouvindo os medos de Sookie no relacionamento com as outras pessoas, devido a sua capacidade de ler as mentes. Queremos saber qual é o próximo obstáculo que ela terá que enfrentar na sua vida, que começa a correr de forma tempestuosa desde da brutal morte da sua avó e do aparecimento de três misteriosos vampiros.
Com uma boa dose de mistério e de romance torna neste num livro que recomendo a todos os amantes da leitura fantástica e não só.
Só posso dizer que estou ansioso por ler os livros seguintes da saga.

Classificação: 7-10
Enviar um comentário