10 de fevereiro de 2010

Dunk and Egg Stories


Dunk and Egg Stories:

As histórias começam no ano 208 AL, 90 anos antes dos eventos das "Crónicas de Gelo e Fogo".



The Hedge Knight:

Um Cavaleiro, Sor Arlan de Pennyree, morreu durante a noite. O seu escudeiro, um grande jovem homem chamado de Dunk, enterra-o e presta-lhe os últimos respeitos.
Depois de considerar várias opções, Dunk decide continuar a sua viagem para Ashford e competir no torneio como o cavaleiro. Ele adopta a armadura do Sor Arlan como sua, bem como o três cavalos e o dinheiro. Numa estalagem na estrada, ele encontra-se, com um rapaz com a cabeça rapada, chamado de Egg, que secretamente segue-o até Ashford. Impressionado com o espírito dele Dunk torna-o como seu escudeiro para o torneio.

Em Ashford, Dunk vende um dos cavalos para comprar uma armadura, e depois tenta entrar nas listas do torneio. Sem provas de ser um cavaleiro, ele é quase negado a entrar no torneio mas o Príncipe Baelor da-lhe um aval.

Dunk ve o primeiro dia do torneio entre a classes pobres, com Egg nos seus ombros.
Depois de várias espectaculares investidas, o dia acaba com o Príncipe Aerion Targaryen em desgraça ao matar o cavalo do Sor Humphrey Hardyng.

Nessa noite, Egg informa a Dunk que uma rapariga que controlava marionetas, que ele tinha conhecido nesse dia estava a ser agredida pelo Príncipe Aerion. Dunk vai defender-la e ataca Aerion, agredindo-o na cara. Quando a Guarda Real prende Dunk, Egg revela-se e ele é o irmão de Aerion, Príncipe Aegon. Na cela, Dunk escolhe que prefere um julgamento por combate a perder a sua mão. Princípe Aerion ordena que o combate seja um Julgamento dos Sete, porque o seu irmão, Príncipe Daeron, também acusa Dunk de raptar Aegon. Dunk tem de encontrar seis campeões para lutarem a seu lado contra sete cavaleiros, ou senão o julgamento por combate não terá lugar.

Steffon Fossaway é o primeiro aliado que Dunk encontra. Ele promete a Dunk em arranjar mais companheiros, assim como faz o escudeiro e primo de Streffon, Rayum Fossoway. Egg também promete em trazer campeões para a causa de Dunk. Raymun volta com Sor Humfrey Hardyng e Sor Humpfrey Beesbury, bons amigos a procura de vingança pela injustiça que Aerion cometeu contra Hardyng. Egg traz Sor Robyn Rhysling e Sor Lyonel Baratheon, ambos a procura da glória em participar no primeiro Julgamento dos Sete num século. Steffon volta apenas para dizer que irá lutar pelo lado dos acusadores pela promessa de ser tornar num Lorde. Zangado pela traição do primo, Rayum implora a Dunk para ser tornado num cavaleiro, para lutar no lugar do primo. Dunk hesita, mas antes de poder dar uma reposta, Dunk é chamado pelo Lorde Ashford, e Lyonel momea Raymun como cavaleiro. Ainda a necessitar de um sétimo campeão, Dunk apela com insucesso ao publico para ver se alguém se oferecia como campeão. Finalmente o Príncipe Baelor anuncia que ele será o campeão que falta a Dunk, apesar que nos acusadores estarem três membros da sua família e três membros da Guarda Real do seu pai.


Os quatorze campeões alinham as suas montadas em lados opostos da área de torneios e atacam. Dunk luta com Aerion, mas é rapidamente atirado de cima do cavalo. Apesar de estar quase derrotado, ele consegue agarrar em Aerion e usar a vantagem física meter Aerion em submissão. Aerion demente a sua acusação, terminando assim o Julgamento. A luta custa a vida dos dois Humphrey. O Príncipe Baelor, que não tinha trazido a sua armadura mas em vez disso usou uma do seu filho, levou um golpe na cabeça de um maça. Depois da batalha, Baelor congratula Dunk, e começa a agir embriagadamente.
Quando o seu elmo esmagado é retirado, dá para ver que a armadura mais fraca feita para o seu filho não o protegeu do golpe que esmagou-lhe a cabeça. O pai de Aerion, Maekar, conhece Dunk no funeral, revelando que foi a sua maça que matou Baelor.
Ele lamenta o comportamento de Aerion e oferece a Dunk uma posição junto da sua família para treinar Aegon. Dunk insiste em ser permitido a continuar a sua viagem, e oferece-se para tomar Aegon como seu escudeiro para aprender a ser um melhor cavaleiro do que Aerion. Maekar concorda, tomando a certeza que Aegon usasse o seu
pseudónimo Egg para evitar um escândalo. Dunk e Egg parte para Dorne na procura da rapariga da marioneta que Dunk salvou.




The Sworn Sword:

Dunk começa a prestar serviço a Sor Eustace Osgrey de Standfast. Sor Eustace tem um conflito com a sua vizinha Senhora Rohanne Webber. Quando Dunk e Egg voltam de uma curta viagem a Vilavelha para buscar os muito necessitados abastecimentos.
Eles descobrem que o rio estava completamente seco. Porque a região (assim como toda a terra) estava o sofrer uma forte seca o que significa que os camponeses dos Osgrey irão ser ainda mais pressionados. Dunk e Sor Bennis, outro cavaleiro ao serviço do Sor Eustace, seguem o leito do rio acima descobrem trabalhadores de Senhora Rohanne construída uma barragem. Quando os trabalhadores recusam a remover a barragem, Sor Bennis fere um deles e afugenta-os. Os cavaleiros voltam a Sandfast e contam a Sor Osgrey o que tinha acontecido. O velho homem percebe-se que a Senhora Rohanne que iria ver o ferimento de um dos seus homens como uma ofensa na sua honra. Ele ordena aos cavaleiros para reunirem homens da suas três aldeias e para começaram a treina-lhos para a luta. Dunk tem a esperança por uma outra solução, e vai a Coldmoat para parlamentar com Lady Rohanne e oferece-lhe o preço de sangue, uma antiga forma de recompensa.

Quando ele conhece a Senhora Rohanne, Dunk percebe que as coisas são diferentes do que lhe tinham dito. A Senhora Rohanne é uma linda jovem senhora, por quem ele se sente atraído, em vez de uma velha viúva. O rio não era de Sor Eutache, tinha sido dado a Casa Webber pelos seus serviços durante a Rebelião Blackfyre, e tinha sido tirado a Casa Osgrey em punição ao seu apoio prestado a Daemon Blackfyre.

Dunk e Egg também ficam a saber que se a Senhora não se casar num curto prazo de tempo perde as suas terras para um primo devido ao testamento do seu pai. O seu pai também atribuiu ao seu primo Sor Lucas para a proteger de a proteger de maus pretendentes. Sor Lucas interpretou isso como proteger-la de todos os pretendentes e tenta que ela case com ele. A reunião não acaba bem, com a Senhora Rohanne recusa a partir a barragem ou a aceitar o Preço de Sangue. Ela ordena que o Sor Bennis sejam lhe entregue ou ela ira buscar-o a força. Chocado e zangado com as revelações, Dunk quer deixar o serviço de Osgrey. Mas quando percebe que os aldeões não têm qualquer hipótese contra os bem armados soldados de Senhora Rohanne, ele decide ficar.

Na manhã seguinte, Sor Osgrey, Dunk e Egg vão até ao rio. Eles encontram-se com Senhora Webber e o seu pequeno exército. Dunk pergunta e é lhe concedido uma conversação privada com a Senhora Webber. Ele mostra-lhe o anel de Egg, provando assim que ele é príncipe real. Ela faz um corte na sua própria bochecha para compensar pelo ferimento do seu homem. A Senhora Rohanne fica impressionada mas ainda exige um pedido de desculpa de Sor Eustache, mas ele recusa.
As partes decidem organizar um combate ente os seus campeões para decidir o seu conflito. Dunk luta com Sor Lucas é consegue matar mas quase morre afogado no processo.

Quando ele acorda Sor Osgrey e a Senhora Rohanne conseguiram resolver as suas diferenças e casaram. Dunk é pedido para continuar em Standfast como o seu capitão da guarda mas ele recusa. Ainda mal recuperado ele prepara-se para ir embora. A Senhora Rohanne encontra-se com ele nos estábulos e oferece o seu melhor cavalo e as suas desculpas. Dunk recusa ambos, mas Rohanne ordena que ele leve qualquer coisa dela. Eles beijavam-se apaixonadamente e Dunk corta-lhe a trança do cabelo para nunca se esquecer dela.
Enviar um comentário