15 de fevereiro de 2010

Sansa Stark



Sansa Stark é a filha mais de Catelyn e Eddard Stark. Ela possui a beleza típica do seu meio e é uma forte crente no mundo do cavalheirismo retratado nas histórias e canções. Ela é muito boa nas actividades de lazer femininas, incluindo dançar, cantar, tocar instrumentos musicais, costurar, moda e nas graças sociais. Ela não tem uma boa relação com a sua irmã Arya, de quem tem os interesses completamente opostos. Ela foi brevemente acompanhada pela cria de lobo gigante chamada de Lady.



Aparência:

Sansa é uma rapariga muito bonita, com maçãs do rosto salientes, olhos azuis vividos, um grosso cabelo castanho e quando ela cresce, fica com uma figura alta e graciosa.

Acontecimentos durante as Crónicas:

Quando o pai dela se torna Mão do Rei, Sansa com onze anos fica deliciada com a prespectiva de ir viver para o Corte de Porto Real, e fica muito excitada com o contrato de casamento com o Príncipe Joffrey. Ela adora Joffrey apesar das suas violentas mudanças de humor, ela até presta um falso testemunho defende-o de Arya, o que resultou na morte da sua loba gigante.
Ela ficou consternada quando o pai lhe anunciou os planos para enviar-lha de volta para casa e cancelar o casamento com Joffrey. Ainda confiando que a corte real era nobre, ela conta os planos do pai a Rainha Cersei, ajudando assim inconscientemente
a conspiração da rainha contra o seu pai. Foi apenas quando Joffrey ordenou que o seu pai fosse decapitado, que ela viu a sua verdadeira natureza.



Ela continuou prometida a Joffrey, e foi frequentemente agredida pela Guarda Real sobre ordens de Joffrey, até que ela fosse posta de lado em detrimento de Margaery Tyrell. Já não sabendo em quem confiar, Sansa aceita a promessa do bobo e antigo cavaleiro, o bêbado Sor Dontos Hollard, que prometeu levar-lhe segura para casa, vendo-o como um galante salvador. Sansa continuou cortes com toda a gente que encontrava, incluindo o guarda costas de Joffrey Sandor Clegane, que em algumas alturas era bruto e noutras gentil com ela. E também com os Tyrell, que estavam a planear casar-la com o seu herdeiro Willas Tyrell.

Depois de revelar o plano dos Tyrell a Sor Dontos ( que disse ao seu chefe Petyr Baelish, que por sua vez disse aos Lannister), Sansa foi forçada em casar com o tio do rei, o anão Tyrion Lannister. Apovorada pelo seu hediondo marido e pelas mortes dos seus irmãos e pais, Sansa, agora com treze anos, esconde os seus sentimentos e tenta ser a nova ideal para que ele tinha sido treinada. Embora que Tyrion nunca a tivesse obrigado a consumar o casamento.



Sansa fugiu de Porto Real, no dia do casamento de Joffrey durante o caos provocado pelo seu envenenamento e morte. Acredintando que Sor Dontos era o seu salvador, ela ficou outra vez desiludida quando soube que ele estava a ser pago por Petyr Baelish.
Petyr ordenou que Sor Dontos fosse morto e o seu corpo abandonado no mar, e levou por Mar para o Ninho da Águia, que estava a ser governado pela tia de Sansa, Lysa Arryn, com quem Petyr depois casou.

Enquanto está no Ninho da Águia, Sansa foi instruída a apresentar-se como a filha bastarda de Petyr, Alayne Stone, porque a Rainha ordenou uma busca para lhe encontrar. Ela tentou outra vez integrar-se num ambiente novo. O Petyr sentia-se atraído por ela, e quando ela estava a construir um castelo na neve, ele beijou-a mas não sabia que a sua esposa os estava a ver. Ele mata a sua mulher depois de ela demonstrar a sua instabilidade mental e de ter tentado matar Sansa. Ele culpou o cantor Marillion pela morte.

Sansa começou a tomar o nome e a personalidade de "Alayne Stone" a fundo, que ela já não se pensava em si própria como Sansa. Depois da morte de Lysa, ela tornou-se na Senhora do Ninho da Águia, e aprendeu as intrigas da corte com Petyr. Ele também planeou casar-lhe com Harrold Hardyng, o herdeiro da Casa Arryn, e a eventual revelaçãop do seu nome para reclamar Winterfell como sua.

Enviar um comentário